Saiba porque a alimentação bovina deve ser a sua prioridade

A boa alimentação bovina influencia diretamente na produção, qualidade do produto e lucratividade da sua propriedade. Saiba o porquê.

O planejamento e execução do manejo nutricional em sistemas intensivos ou semi-intensivos de bovinos é um dos processos que mais exige atenção em sua fazenda.  Ele possui papel crucial no resultado da qualidade e volume produzido de leite ou da carne. Além disso, depois da aquisição dos animais, a nutrição representa o maior custo de produção. 

As necessidade nutricionais aumentam devido ao desenvolvimento de linhagens mais adaptadas aos sistemas de criação modernos e a constante evolução das raças.  A alimentação bovina demanda dietas melhor ajustadas para atender suas exigências nutricionais. Estas podem variar devido a raça, idade, estágio produtivo, entre outros fatores.

Mesmo em sistemas extensivos, a suplementação se faz importante. As pastagens, ainda que muito bem manejadas, dificilmente são suficientes para atender a exigência nutricional, especialmente com o objetivo de alta produção. Ademais, as forragens sofrem grande variação de qualidade e disponibilidade, em função de fatores como solo, espécie, manejo e condições climáticas.

 Nesse cenário, fica claro a importância da suplementação e de uma dieta balanceada. Isso contribuirá para a produção com maior eficiência e qualidade, carne e leite, buscando suprir a necessidade do atual mercado.

 Para maior eficácia na produção, a dieta precisa conter os elementos essenciais para suprir as necessidades dos bovinos, estejam eles em mantença, crescimento e/ou produção.

Boas práticas para a alimentação bovina

A escolha da dieta

Tudo começa com um ótimo planejamento. É preciso estabelecer quais são as metas que você quer alcançar no seu produto final (alto marmoreio da carne ou teor de gordura do leite, por exemplo). Além do mais, é preciso fazer uma seleção bastante criteriosa dos alimentos que serão oferecidos. Avaliar todos os atributos nutricionais, qualidade das matérias-primas e, claro, não se esquecer da armazenagem correta.

Independente do sistema escolhido (confinamento ou suplementação a pasto), é necessário que o processo de escolha da ração seja feito por uma equipe multifuncional. E mais: é imprescindível que tenha a participação de um especialista (engenheiro agrônomo, médico veterinário ou zootecnista). É preciso balancear a dieta com a quantidade necessária de cada nutriente, para aprimorar o desenvolvimento do animal em cada estágio.

 Para a formulação de rações com o máximo de lucro, é importante realizar a avaliação de resíduos e subprodutos da indústria e/ou agricultura disponíveis na região da propriedade, que possam compor a dieta dos animais. Nesse sentido, cabe a cada membro da equipe levantar informações a respeito da qualidade nutricional, disponibilidade ao longo do ano, preço de aquisição, logística e armazenamento para incluir nos cálculos do custo de produção.

 Cada propriedade precisa de uma dieta personalizada que atenda às necessidades do rebanho para alcançar a produção esperada, a um menor custo possível. É fundamental que todos os insumos tenham uma boa procedência, para cuidar não somente da produção, mas também da saúde do trato digestivo dos animais.

A dieta formulada é a consumida pelos animais? 

Uma vez formulada a dieta, é preciso garantir que o que foi formulado seja de fato o que chega no cocho dos animais e o que venha a ser consumido por eles. De nada adianta um excelente trabalho de planejamento se a execução e as ferramentas utilizadas forem ruins. Processos bem definidos, uma equipe de qualidade, bem treinada e com liderança forte é extremamente importante para isso.

 Nessa etapa, o misturador de ração total ganha o papel principal. Uma vez que bem utilizado, ele será o responsável direto pela qualidade da mistura e distribuição da dieta. A escolha do vagão misturador é o segredo dessa etapa. Cada tipo de vagão possui uma particularidade de mistura, tempo para mistura e capacidade operacional. Essa escolha pode acarretar, principalmente, em variações no consumo, desempenho e saúde dos animais. 

 É muito importante se atentar ao tipo e qualidade do equipamento utilizado nessa etapa, assim como os tipos dos componentes utilizados na dieta. É a partir deles que é definido o modelo do misturador ideal. Deve-se observar a necessidade de picar algum material, densidade da dieta, se inclui volumoso ou não, e se o misturador é adequado para obter homogeneidade na mistura. Isso evita a seleção dos alimentos pelos animais e atinge a produção esperada.

Balança

Além disso, o misturador precisa ter uma boa balança eletrônica, com precisão de pesagem e de fácil uso operacional, para que a ração tenha os componentes na ordem e peso corretos. Também é importante uma boa gestão das informações de leitura de cocho diária e da distribuição de cada lote, identificando necessidade de ajustes rapidamente.

 Misturar e distribuir os alimentos de maneira adequada é essencial. Essas práticas evitam perdas de produtividade e aparecimento de distúrbios metabólicos relacionados a qualidade da mistura. Garantem uma distribuição homogênea e constante da dieta ao longo do cocho, auxiliando na manutenção da saúde ruminal. Por isso, é tão importante investir em um bom misturador, e garantir maior e melhor produtividade, além de otimizar seu processo e tempo. 

Outros fatores cruciais na hora da escolha do seu misturador

Disponibilidade do equipamento, ou seja, quantos % do tempo ele estará operante, garantindo que sua fazenda mantenha a rotina de horários tão necessária para um bom desempenho dos animais.

Para isso, deve-se observar:

    • A qualidade do projeto técnico, matéria prima e procedência dos componentes utilizados;
    • Disponibilidade de assistência técnica na sua região;
    • Disponibilidade de peças e agilidade da entrega pelo revendedor e/ou fabricante;

Custo por hora operacional:

    • Horas de operação por dia (número de cargas e de diferentes dietas, tempo de carregamento, picagem e/ou mistura e tempo de distribuição e deslocamento);
    • Consumo de potência e, portanto, de combustível;
    • Custo com manutenção;
    • Custo da mão de obra;

Capacidade de mistura, pois com equipamentos maiores será necessário menor número de cargas e tempo operacional.

Portanto avaliar os fatores ao longo do tempo:

    • Custo da hora operacional;
    •  investimento no equipamento;
    • vida útil do equipamento;
    • Valor de revenda do equipamento;

Caso esteja no momento de escolha do seu misturador de ração, um profissional especialista da Casale pode lhe ajudar, sem qualquer compromisso de compra. Somos pioneiros em misturadores no Brasil e América Latina, conte conosco! 

Fale conosco!

Não existe “fórmula mágica” 

Cabe salientar que não existe uma fórmula mágica para a alimentação bovina. O que seu vizinho faz deve servir apenas como referência, mas nunca “copiado”. Cada produção tem seus desafios e suas peculiaridades. Assim, é muito importante contar com apoio técnico especializado nos mais diversos assuntos e, é claro, estudar e se aprofundar.

 Aproveitamos para destacar alguns outros pontos que são extremamente importantes:

  • Manejo adequado das pastagens e do solo;
  • Manejo adequado dos animais, prezando saúde e bem-estar;
  • Suplementação nutricional (quando observada a necessidade);
  • Água de qualidade em bebedouro higienizado;
  • Comedouro adequado ao tipo de alimento;
  • Ótimos fornecedores, para garantir a qualidade necessária ao seu rebanho.

Como é possível observar, é muito importante contar com uma equipe de alto nível e bem treinada, que faça uma boa gestão e trabalhe com planejamento de longo prazo. Essa é a única forma para que sua fazenda esteja em processo de melhoria contínua, para aumentar os resultados e melhorar a saúde financeira.

Ficou muito claro, também, que a escolha correta do misturador de ração total a ser utilizado é indispensável para melhorar o retorno da sua produção – já que nele passa a maior parte dos custos da sua propriedade, que é a alimentação bovina. E para que este alimento seja melhor aproveitado pelo seu rebanho, em que está um enorme valor investido, conte com os produtos e os especialistas da Casale para ajudar na sua escolha.

Quer saber mais sobre qual misturador é ideal para ao seu projeto? Entre em contato conosco. Um de nossos especialistas entrará em contato para lhe ajudar!


Compartilhe:

Enviar comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Conversación abierta
1
¡Casale le agradece su contacto! ¿Cómo podemos ayudar?